Mulher que matou gato a enxadas tem pena mantida pela Justiça

O caso aconteceu em outubro de 2020


O Tribunal de Justiça confirmou a sentença do juízo da 2ª Vara Crminal da Comarca de Tubarão, que condenou uma mulher por crime de maus-tratos após ter matado um gato.

A ré agrediu o animal com golpes de enxada, sob a justificativa de que o felino era de difícil trato e de comportamento arisco. O caso aconteceu em 21 de outubro de 2020, quando os policiais militares constataram que a mulher colocou o gato num saco antes de aplicar os golpes.

A mulher ainda alegou que se arrependeu de ter matado seu animal de estimação, e que passava por um período estressante e com muitas demandas em casa. Ela disse que o marido estava com a saúde debilitada e a filha tinha quebrado a perna.

Ela foi condenada a dois anos e quatro meses de reclusão em regime aberto. A pena foi substituída por uma prestação pecuniária – ou seja, pagamento em dinheiro.

Receba esta e outras notícias no WhatsApp. Clique aqui para entrar no grupo Rádio e TV Tubá – Notícias. 

Instagram

Facebook

© 2024Todos os direitos reservados Rádio e Tv Tubá.

Precisa de ajuda?