Atirador mata 16 pessoas nos Estados Unidos e causa pânico

Foto: AFP

A Polícia Estadual do Maine está caçando o homem que deixou dezenas de pessoas feridas.


A quarta-feira (25) foi de pânico para moradores de Lewiston, cidade do Maine, nos Estados Unidos. Um atirador de 40 anos matou 16 pessoas e deixou mais de 50 outras feridas. Segundo a polícia local, ele percorreu três pontos da cidade e efetuou os disparos com uma metralhadora contra civis.

De acordo com a ABC News, os ataques ocorreram em uma pista de boliche, um bar e um centro de distribuição do Walmart. A primeira ocorrência se deu por volta das 20h dessa quarta-feira.

A Polícia Estadual do Maine pediu para que a população “fique dentro de casa com as portas trancadas”. “Se você vir qualquer atividade ou indivíduo suspeito, ligue”.

O homem que atirou se chama Robert Card, e a polícia local já emitiu um comunicado nas redes sociais que uma “caçada” para prender o homem foi iniciada. Ele é um militar da reserva do exército americano.

Um documento das autoridades que a Associated Press teve acesso, revelou ainda que Card tinha sido internado num centro de saúde mental durante duas semanas no verão de 2023.

A governadora do Maine, Janet Mills, emitiu uma declaração onde reforça essas instruções, referindo que tinha sido informada da situação e que manteria um contacto estreito com as autoridade. O presidente Joe Biden falou por telefone com Mills e com os membros do Congresso do estado, oferecendo “todo o apoio na sequência deste terrível ataque”.

Receba esta e outras notícias no WhatsApp. Clique aqui para entrar no grupo Rádio e TV Tubá – Notícias. 

*Com informações de CNN e Notícias ao Minuto

Instagram

Facebook

© 2024Todos os direitos reservados Rádio e Tv Tubá.

Precisa de ajuda?