Ouça Ao Vivo Ouça Ao Vivo
« Voltar

Notícias Mutirão de cirurgias de catarata chega ao Sul

O mutirão de cirurgias de catarata, que faz parte do Projeto Ver, chegou ao Sul do Estado para atender à população de Laguna e do Extremo-Sul Catarinense. A previsão é de que 800 procedimentos sejam realizados.

A autorização para o mutirão de cirurgias foi assinada pelo secretário de Estado da Saúde, Acélio Casagrande. “Há 800 pessoas aguardando por cirurgias de catarata, retina e glaucoma. As cirurgias são rápidas e devolvem a visão a essas pessoas que aguardavam há algum tempo na fila de espera”, comentou o secretário Casagrande.

Após a cirurgia, o paciente recebe um kit com óculos escuros e colírio. Cada cirurgia tem um custo de R$ 771,60, conforme a tabela do SUS, e mais R$ 250 de prêmio estipulado pela Comissão Intergestora Bipartite. O valor total do mutirão será custeado com fontes do Ministério da Saúde (MS) e do governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES).

Na primeira quinzena de março, o Projeto Ver esteve em Campo Alegre. Lá foram realizadas 1,7 mil cirurgias de catarata em pacientes da macrorregião do Planalto Norte e, parcialmente, da macrorregião do Planalto Nordeste. Nas últimas duas semanas de fevereiro, o hospital de Penha fez 1,4 mil procedimentos, atendendo à população da Foz do Rio Itajaí.

No ano passado o mutirão de cirurgias de catarata foi realizado na macrorregião do Grande Oeste, macrorregião do Meio-Oeste, Serra catarinense e, parcialmente, no Sul do Estado e na Grande Florianópolis. Em novembro foram feitas 1.197 cirurgias de catarata em São Lourenço do Oeste. Em dezembro, o mutirão chegou a Caçador, Iporã do Oeste e Içara, com a realização de 897, 636 e 400 cirurgias, respectivamente. Outros 300 procedimentos foram feitos em Santo Amaro da Imperatriz, entre dezembro de 2017 e fevereiro deste ano.

Fonte: Diário do Sul

IMAGENS